MARINHA  DO  BRASIL

A  ESCOLA  NAVAL                                           

 Por que fazer o Concurso para a Escola Naval?

Se o seu o sonho é ser da Marinha do Brasil (MB), viver experiências únicas e incomparáveis, ser graduado em Ciências Navais e, ainda, estudar na mais prestigiada e antiga instituição de ensino superior do país, então venha fazer parte da Escola Naval (EN).

 

Na EN, os aspirantes ao oficialato contam com um ambiente estruturado para a realização de atividades como prática esportiva e também para sua formação em Oficiais.

Outro ponto interessante são os benefícios que a instituição de ensino oferece: bolsa-auxílio de cerca de R$ 1.100,00, ajuda para aquisição de uniforme, assistência médico-hospitalar, além do próprio alojamento e alimentação no local.

 

Além dos benefícios, você terá experiências únicas que só a Marinha pode proporcionar, que farão um diferencial na vida profissional e, possivelmente, na vida pessoal do Militar-naval.

 

O Edital já foi publicado, mas as inscrições começam somente em três de maio e vão até oito de junho de 2018. Homens e mulheres brasileiros com mais de 18 anos e menos de 23, do dia 1° de janeiro de 2019 e que tenham o ensino médio completo, ou que esteja na fase final, podem se inscrever. Veja aqui mais informações sobre os requisitos para a inscrição.

A taxa é de R$100,00.

MARINHA  DO  BRASIL

A  ESCOLA  NAVAL - EN

 

A Escola Naval é a instituição, para ambos os sexos, de ensino superior da Marinha do Brasil, sendo a mais antiga do país, com o objetivo de formar oficiais para os postos iniciais das carreiras dos Corpos da Armada (CA), Fuzileiros Navais (CFN) e Intendentes da Marinha (CIM).

 

Foi criada em 1782, em Lisboa, Portugal, por Carta Régia da Rainha D. Maria I sob a denominação de Academia Real de Guardas-Marinhas. Com a vinda da Família Real para o Brasil, a Academia desembarcou no Rio de Janeiro em 1808, trazida a bordo da nau "Conde D. Henrique". Instalada primeiramente no Mosteiro de São Bento, lá permaneceu até 1832, e a partir daí sofreu inúmeras mudanças de instalações, tendo funcionado inclusive a bordo de navios.

 

Finalmente, em 1938, a Escola Naval instalou-se na Ilha de Villegagnon na Cidade do Rio de Janeiro-RJ.

 

 INSCRIÇÃO ESCOLA NAVAL – EN                           

=> AQUI <=

 

 EDITAL COMPLETO ESCOLA NAVAL – EN

=> AQUI <=

 

Principais requisitos para o ingresso na ESCOLA NAVAL-EN:

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado;
  • Não ser casado(a) ou não ter constituído união estável e não ter filhos, assim permanecendo durante        todo o período em que estiver sujeito aos regulamentos da Escola Naval;
  • Ter 18 anos completos e menos de 23 no dia 1º de janeiro do ano do curso;
  • Ter concluído o Ensino Médio ou estar em fase de conclusão;
  • Ambos os Sexos;
  • Ter idoneidade moral e bons antecedentes;
  • Estar em dia com as obrigações civis e militares.

 

Etapas do Concurso:

1) Prova Objetiva com 40 questões distribuídas por Matemática e Física na primeira fase (eliminatória e classificatória) e Português, Inglês e Redação na segunda fase (eliminatória e classificatória);

2) Eventos Complementares (eliminatórios) constituídos de: 
a) Inspeção de Saúde (IS);
b) Teste de Aptidão Física (TAF);
c) Verificação de Dados Biográficos (VDB) (Fases preliminar e final);
d) Verificação de Documentos (VD); 
e) Avaliação Psicológica (AP); e
f) Período de Adaptação e Curso de Formação (eliminatório e classificatório).

 

Primeira fase:

1) Prova objetiva com 20 questões de Matemática e 20 de Física;
Segunda fase: 

1) Prova objetiva com 20 questões de Português, 20 de Inglês e Redação.

 

O Curso de Formação: 

Após a aprovação nas Provas Objetivas, Redação e considerado apto na Inspeção de Saúde e no Teste de Aptidão Física, os aprovados dentro do número de vagas são chamados para apresentação na Escola Naval para o início do Período de Adaptação, que tem caráter eliminatório e duração de cerca de três semanas. O objetivo dessa etapa é adaptar e preparar os futuros alunos para as atividades acadêmicas e administrativas a serem desenvolvidas durante o Ciclo Escolar. Nessa fase, ocorrem a Verificação  de  Documentos, realização  da  Avaliação  Psicológica  e preenchimento do Questionário Biográfico Simplificado, que é a fase final da Verificação de Dados Biográficos.

 

A Escola Naval tem um Ciclo Escolar de quatro anos e um Ciclo Pós-Escolar de um ano, totalizando então cinco anos de formação.

 

Nos quatro primeiros anos, os alunos são aspirantes ao oficialato e ficam na instituição em regime de semi-internato, estudando de segunda a sexta, sendo liberados no final de semana. Ao final do Ciclo Escolar, prossegue-se a formação dos jovens, com o Ciclo Pós-Escolar, quando os Aspirantes passam à função de Guarda-Marinha. Esse Ciclo é ministrado fundamentalmente para o ensino profissional, com destaque para a aprendizagem prática e de instrução, conduzida em várias organizações militares e a bordo do Navio-Escola Brasil.

 

Na viagem de instrução, toda teoria estudada ao longo dos anos é colocada em prática. Ao mesmo tempo, os aspirantes têm a chance de sentir a cultura geral do futuro Oficial conforme os Guardas-Marinhas conhecem vários países.

 

Local de Formação do Curso:

Escola Naval
Av. Alm. Silvio de Noronha, s/nº - Castelo, Rio de Janeiro - RJ
Telefone: (21) 3974-1572

 

Regime:  Semi-internato.                 .

Duração:  Cinco (05) anos.

 

Benefícios Durante o Curso:

O aluno receberá uma Bolsa-auxílio de cerca (hoje 2018),  de R$1.100 (mil e cem reais) mensais, curso totalmente gratuito, alojamento, alimentação, ajuda para aquisição de uniformes, assistência médico-hospitalar e odontológio.

 

Excelentes Benefícios da Carreira Naval:

1) Perspectiva de crescimento profissional ao longo da carreira; 

2) Bom ambiente de trabalho;

3) Plano de  carreira  bem  definido,  com  possibilidade de  ascensão  contínua  com  aumento  de salários proporcionais; 

4) Estabilidade;

5) Ingresso sem exigência de experiência anterior;

6) Salário inicial compatível com o mercado;

7) Salários indiretos e Benefícios, tais como:
a- Transferências remuneradas;
b- Possibilidade de moradia quando fora da cidade do Rio de Janeiro;
c- Assistência médico-hospitalar para si e para seus dependentes em instalações exclusivas da Marinha ;

d-Instalações  sociorrecreativas  para  si  e  seus  dependentes, mediante pequena mensalidade;
e- Ajuda para aquisição de uniformes; 
f- Alimentação  e

g- Proventos semelhantes aos da ativa quando estiver na reserva. (reserva remunerada)

 

 

Situação após o curso:

Após a viagem de instrução, o Guarda-Marinha é nomeado Segundo-Tenente.