Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante - EFOMM 

 

É uma Universidade do Mar, um centro de referência para a formação de Oficiais da Marinha Mercante altamente qualificados, não só do Brasil, mas também para jovens cujo país de origem não tenha uma Escola de Marinha Mercante, ou para jovens cujo país de origem possua intercâmbio de alunos, como Peru, Panamá, Equador, República Dominicana, etc. O Brasil atende como referência para a América Central, América do Sul e Parte da África. Isso atesta o nível de capacitação profissional a que o Oficial brasileiro se lança no mercado.

 

Ingresso pelas Escolas de Formação de Oficiais da Marinha Mercante
 

Anualmente, a Diretoria de Portos e Costas (DPC) aprova as instruções para o concurso de admissão às Escolas de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM) situadas no Rio de Janeiro-RJ (Centro de Instrução Almirante Graça Aranha - CIAGA) e em Belém-PA (Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar - CIABA).
 

O ingresso do candidato como Oficial de Náutica ou de Máquinas no 1º Grupo- Marítimos se dará após a conclusão, com aproveitamento, do Curso de Formação de Oficiais da Marinha Mercante e do Programa de Estágio (PREST), com aproveitamento.

 

Na EFOMM são formados Oficiais em duas opções de curso: o de Náutica e o de Máquinas.

 

O curso será realizado em regime de internato, com licenças nos finais de semana, feriados e nas férias escolares. O curso é gratuito e o CIAGA  ou  o CIABA fornecem alimentação, alojamento, uniformes, roupa de cama e assistência médica-odontológica, psicológica, social e religiosa.

A partir da matrícula, os alunos passam a receber uma remuneração mensal, cujo valor está previsto na Lei de Remuneração dos Militares.

Nos dois primeiros semestres letivos os alunos receberão as noções básicas para o conhecimento e facilitação da escolha do ramo de atividade a ser exercido na futura profissão, orientando-os para um dos seguintes cursos:


:. NÁUTICA => destinado a formar o Oficial de Náutica, a quem compete o manuseio dos equipamentos de convés, de navegação e de comunicações de bordo; e

:. MÁQUINAS => destinado a formar o Oficial de Máquinas, habilitando-o a conduzir e manter as instalações de máquinas do navio.

 

Tanto no curso de náutica quanto no de máquinas, os alunos estudam na Escola em regime de internato durante 3 anos.

 

O curso terá dois períodos e será desenvolvido em oito semestres, a saber:


Período Acadêmico, composto de seis semestres letivos em regime de internato, com dedicação exclusiva do aluno e estruturado em um sistema serial anual, dividido em dois semestres; e


Período de Estágio, compreendendo dois semestres embarcado para o curso de Náutica e um semestre embarcado para o curso de Máquinas, cumprindo estágio supervisionado. 

 

                                  Resultado de imagem para efomm fotos   Resultado de imagem para efomm fotos     

As atividades de ensino serão desenvolvidas nos Centros de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA) e Almirante Braz de Aguiar (CIABA) e compreendem:
 

atividades acadêmicas – desenvolvidas em salas de aula, laboratórios, a bordo de embarcações, plataformas, terminais marítimos, estaleiros e simuladores;
 

atividades militares – desenvolvidas com vistas à formação militar-naval e compreendem disciplinas curriculares, embarques, formaturas, cerimônias e eventos cívico-militares, serviço diário, prática de liderança e atividades de rotina das Organizações Militares; e
 

atividades extraclasse – destinam-se a complementar o curso e compreendem palestras, seminários, filmes, visitas, atividades sociais e esportivo-culturais, de interesse para a formação do aluno.

 

Após o término do 3º ano, o aluno realizará, obrigatoriamente, o Estágio de Praticante, denominado Programa de Estágio (PREST), a bordo de embarcações mercantes utilizadas na navegação marítima e no apoio marítimo, exclusivamente em empresas indicadas pelos Centros de Instrução.

Durante os semestres acadêmicos, os alunos são militares, conforme previsto no Estatuto dos Militares, por estarem realizando a Formação de Oficiais da Reserva da Marinha.

 

Após a declaração de Praticantes, os alunos são desligados do Serviço Ativo da MB, incluídos como Guarda-Marinha na Reserva, de acordo com a legislação em vigor. Como alunos civis, passam a ser regidos pelas Normas do Ensino Profissional Marítimo (EPM) e o Regimento Interno dos Centros de Instrução.

 

Ao terminar o curso, o aluno será declarado Bacharel em Ciências Náuticas (curso de nível superior), e passará a integrar o Quadro de Oficiais da Reserva não remunerada da Marinha do Brasil, no posto de 2º Tenente.

 

 

Descrição: https://www.mar.mil.br/ciaga/Imagens/efomm_2.jpg

Descrição: Resultado de imagem para efomm fotos

Descrição: https://www.mar.mil.br/ciaga/Imagens/efomm_1.jpg

Descrição: Resultado de imagem para efomm fotos google

Texto: https://www.mar.mil.br/ciaga/efomm/inicio.htm

http://www.mar.mil.br/ciaga/efomm/adaptacao.htm