CURSO DE FORMAÇÃO DE AQUAVIÁRIOS - (CFAQ-I C)

                                                  MOÇO DE CONVÉS - MOC

                                                          OSTENSIVO PREPOM-Aquaviários/2017

 

INSTITUIÇÕES PÚBLICAS E/OU PRIVADAS QUE ESTÃO CREDENCIADAS PELA DPC A MINISTRAR OS CURSOS DO ENSINO PROFISSIONAL MARÍTIMO - EPM ==>> AQUI <<== 

 

Propósito

 

Destina-se a habilitar o aluno para as competências e habilidades exigidas para Moço de Convés (MOC), Aquaviário do 1º Grupo (Marítimos).

 

Local de realização

Órgãos de Execução (OE) autorizados.

 

Condições para inscrição

 

a) Ser brasileiro (a) nato ou naturalizado (a);

b) ter no mínimo dezoito anos no ato da matrícula;

c) possuir escolaridade mínima do 9º ano do Ensino Fundamental;

d) apresentar identidade, CPF e comprovante de residência; e

e) atender as demais condições estabelecidas no Edital do Processo Seletivo.

 

Exame de seleção

 

As instruções sobre o exame de seleção serão especificadas em Edital, elaborado pelo OE que irá aplicar o curso.

Na área do Rio de Janeiro, o exame de seleção será coordenado pelo CIAGA, o qual irá elaborar o Edital específico.

A critério do OE, o exame de seleção poderá ser único, nos casos em que tenha sido programado mais de um curso.

 

O exame será realizado em duas etapas distintas, a seguir:

 

) 1ª etapa - os candidatos inscritos serão submetidos a uma prova escrita classificatória em nível do 9º ano do Ensino Fundamental, sobre conhecimentos de Português e de Matemática. O conteúdo programático detalhado do exame de seleção será fornecido aos candidatos, no ato da inscrição. Serão selecionados nesta etapa os candidatos classificados na ordem decrescente, da média de classificação dos pontos obtidos na prova escrita.

 

b) 2ª etapa - os candidatos aprovados na 1ª etapa serão submetidos a um teste de suficiência física, composto de:

 

I) prova de natação, na distância de 25 metros, sem limite de tempo; e

 

II) prova de permanência flutuando, sem qualquer auxílio, com duração de dez minutos.

 

Observações:

 

1) Para serem submetidos ao teste de suficiência física, os candidatos deverão apresentar atestado médico, emitido há menos de um ano, que comprove bom estado de saúde física e mental, explicitamente boas condições visuais e auditivas, conforme os parâmetros exigidos para Subalternos, constantes das Tabelas A-I/9 e B-I/9 da Convenção Internacional sobre Padrões de Instrução, Certificação e Serviço de Quarto para Marítimos (STCW/78), como emendada;

 

2) ficam desclassificados os candidatos que não obtiverem aprovação nos índices do teste de suficiência física;

 

3) este exame de seleção não tem caráter de concurso público para ingresso na Marinha Mercante ou na Marinha do Brasil (MB) e visa, apenas, definir a classificação do candidato à luz do número de vagas estabelecido.  

 

Matrícula

 

As vagas serão preenchidas pelos candidatos aprovados nas duas etapas do exame de seleção, classificados na ordem decrescente da soma dos pontos obtidos nas provas escritas de Português e de Matemática. Em caso de empate, o preenchimento das vagas será feito pelo candidato que já seja Aquaviário e, dentre esses, os de maior experiência profissional comprovada por meio da Caderneta de Inscrição e Registro (CIR).

 

Divulgação dos resultados

 

O resultado do exame de seleção será divulgado no site, na Internet, e/ou em quadro de avisos do OE, onde a inscrição for realizada. OE, onde a inscrição for realizada.

 

                                                            Disciplinas e cargas horárias


1ª Fase - Período Escolar

 

=> DISCIPLINAS   H/A (HORAS AULAS)
 

I-HISTÓRIA MARÍTIMA.....20
II-INFORMÁTICA.....20
III-BÁSICO DE NAVEGAÇÃO.....44
IV-SERVIÇO DE QUARTO DE NAVEGAÇÃO.....20
V-METEOROLOGIA E OCEANOGRAFIA.....20
VI-MANOBRA DA EMBARCAÇÃO.....32
VII-ARQUITETURA NAVAL APLICADA.....52
VIII-MANUSEIO E ESTIVAGEM DE CARGAS.....32
IX-NOÇÕES DE ESTABILIDADE.....36
X-LEGISLAÇÃO MARÍTIMA E AMBIENTAL.....20
XI-CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE PROTEÇÃO DE NAVIO.....12
XII-INGLÊS TÉCNICO MARÍTIMO.....40
XIII-CONHECIMENTOS ELEMENTARES DE PRIMEIROS SOCORROS.....20
XIV-TÉCNICAS DE SOBREVIVÊNCIA PESSOAL.....20
XV-SEGURANÇA NO TRABALHO.....20
XVI-PREVENÇÃO E CONTROLE DA POLUIÇÃO NO MEIO AMBIENTE AQUAVIÁRIO.....24
XVII-PROCEDIMENTOS DE EMERGÊNCIAS.....12
XVIII-RELAÇÕES INTERPESSOAIS E RESPONSABILIDADES SOCIAIS.....12
XIX-PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO.....20
XX-SISTEMAS DE PROPULSÃO E AUXILIARES.....44
XXI-SISTEMAS ELÉTRICOS MARÍTIMOS.....32
XXII-ELETRÔNICA E AUTOMAÇÃO.....32
XXIII-PINTURA E CONSERVAÇÃO DE EMBARCAÇÕES.....32
XXIV-MANUTENÇÃO DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS DE CONVÉS.....40
XXV-RADIOPERADOR RESTRITO.....32

 

TEMPO RESERVA E ATIVIDADE EXTRACLASSE.....34
 

CARGA HORÁRIA TOTAL DO CURSO..........722 HORAS
 

2ª Fase - Programa de Instrução no Mar (PIM)


Após aprovação do período escolar, realizado em sala de aula, o aluno será submetido ao Programa de Instrução no Mar (PIM), como Praticante de Moço de Convés, por um período de dois meses, a bordo de embarcações classificadas para a navegação em mar aberto, com arqueação bruta igual ou superior a 500 e iniciado, preferencialmente, logo após o término do período escolar.

 

Haverá um Livro Registro de Instrução (LRI) para registro das tarefas executadas sob orientação de um Instrutor, que poderá ser um Oficial de Náutica ou um Subalterno apto (Mestre de Cabotagem, Contramestre ou Marinheiro de Convés), designado pelo Supervisor do PIM (Imediato) e ratificado pelo Comandante da embarcação.
 

Não havendo disponibilidade de embarcações com as características acima mencionadas, o PIM poderá ser realizado em embarcações classificadas para navegação de mar aberto, ou de apoio portuário, de AB igual ou superior a 50, contudo, nesse caso, o Certificado de Proficiência deverá registrar a limitação correspondente. Essa limitação poderá ser retirada após um ano de embarque.